Translate

domingo, 18 de maio de 2014

Suíços rejeitam maior salário mínimo do mundo

Os suíços rejeitaram neste domingo em um referendo a instauração no país de um salário mínimo único equivalente a 3.300 euros (4.500 dólares), que seria o mais elevado do mundo, segundo as primeiras projeções de um instituto de pesquisas.
 
Suíço vota em Bulle, região oeste do país, no referendo sobre o salário mínimo
AFP/AFP - Suíço vota em Bulle, região oeste do país, no referendo sobre o salário mínimo
 Apenas 23% dos eleitores optaram pelo "Sim" à criação do salário mínimo de 22 francos suíços por hora (18 euros, 25 dólares), ou seja 4.000 francos suíços brutos (3.300 euros, 4.500 dólares, pouco mais de 10.000 reais) por 42 horas semanais, segundo o instituto gfs.bern, que anunciou uma margem de erro de 3%.

A direita, o setor agrícola, o Parlamento e o governo eram contrários à iniciativa, promovida pelos sindicatos. Os opositores a consideravam uma ameaça para o emprego no país.
Este salário mínimo seria o mais elevado do planeta, muito superior aos 9,43 euros na França, 8,50 euros na Alemanha a partir de 2015 e 5,05 euros na Espanha.

_________________
Reprodução de:
AFP