Translate

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Com liderança nas pesquisas feitas no Estado do RJ, Garotinho dá entrevista à TV Band News

Após gravar entrevista, que ainda será exibida pela TV Band News, o deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ), publicou em seu blog a seguinte matéria:

Concedi esta tarde em São Paulo entrevista ao programa Ponto a Ponto, da BandNews TV, apresentado pela jornalista Mônica Bergamo e o sociólogo Antonio Lavareda. O programa foi gravado e provavelmente vai ao ar esse final de semana.

Falamos sobre a satisfação de se viver no Rio e, segundo o Vox Populi, 32% dos cariocas estão insatisfeitos. Foram abordados também a sensação crescente de violência nas cidades e a redução da maioridade penal.

Minha opinião é que quem comete crime hediondo, com 14, 15, ou 18 anos, deve ser tratado da mesma forma pela lei. A classificação não pode ser pela idade, mas pelo crime. Este é um passo que o Brasil terá que dar, e acho que já passou da hora. 

Fotos de Marco Aurélio Lisan
Fotos de Marco Aurélio Lisan
Esse problema tem que ser encarado em suas origens: primeiro, falha o governo, falha depois a família, falha a escola, e chegamos a esse cidadão menor que comente crimes. Temos que interferir nesse processo todo; não apenas na questão da maioridade penal.

Outro tema do Ponto a Ponto foi a questão dos autos de resistência. Muitos são forjados. Se somados os números dos homicídios dolosos com os dos desaparecidos, vamos ver que os homicídios cresceram 30% na 'Era Cabral'.

Falamos de protesto e mais uma vez eu disse que não sou o responsável pelas manifestações ou reivindicações de bombeiros, garis e professores, como acusou o governo de Cabral e Pezão, tentando atingir minha imagem.

Outro assunto, levantado pelo Lavareda, foi minha votação na eleição presidencial de 2002, como terceira via. Hoje, tenho certeza de que se há 12 anos existissem a sedes sociais eu superaria o (José) Serra e faria o segundo turno com o Lula.