Translate

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Em vídeo, Lula orienta sobre uso das redes sociais

Em um vídeo publicado nas redes socais nesta quinta-feira, 30, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu o espaço da internet para que não seja usado para fazer "o jogo rasteiro da calúnia" ou do "baixo nível". As declarações de Lula ocorrem em meio às discussões sobre como deverá ser a atuação do PT nas redes sociais durante a campanha eleitoral.
 
 No vídeo, divulgado no perfil do Facebook do petista, o ex-presidente responde a três perguntas sobre internet e redes sociais. Logo no início, Lula fala sobre liberdade e responsabilidade dos usuários da web. "A minha preocupação com a internet é que, quando você tem muita liberdade, você não sabe usar essa liberdade, você está jogando fora um espaço de conquista extraordinário. Eu, por exemplo, sou contra qualquer veto à utilização da internet. Agora, eu sou favorável a responsabilizar as pessoas que usam a internet", diz.

"A internet é uma arma poderosíssima. Quanto mais responsável nós formos, melhor. Quanto mais a gente trabalhar no sentido de falar coisas positivas, mesmo quando você critica, criticar por fundamento e não ficar fazendo jogo rasteiro da calúnia ou de baixo nível porque quando você calunia você não politiza, não ensina, não produz um fruto", acrescenta em outro trecho do vídeo.>>Na parte final do vídeo, ao responder sobre qual mensagem passar aos seguidores nas redes sociais, Lula aproveita para criticar a cobertura da mídia. "A mensagem não é que eu quero que todo mundo fale bem do governo. A mensagem é que todo mundo seja verdadeiro, seja para criticar, seja para apoiar o governo, porque está acontecendo muita coisa boa no País", afirma.

"Às vezes fico triste. Eu vejo televisão, começa às 6h15 da manhã, estou vendo televisão, o cara fala assalto não sei onde, morte não sei onde, batida não sei onde. Eu fico pensando: será que não nasceu uma criança hoje no Brasil? Será que ninguém foi bem atendido em algum lugar? Será que não tem nenhuma coisa boa para a gente mostrar sempre os dois lados da moeda", comenta o ex-presidente.

Oficinas
O vídeo protagonizado por Lula faz parte do conjunto de orientações do PT aos seus militantes sobre como se comportar nas redes sociais, sobretudo nas eleições deste ano. A partir de março, a sigla fará uma série de oficinas para orientar seus militantes quanto ao uso de espaços como Twitter e Facebook na campanha pela reeleição da presidente Dilma Rousseff e dos candidatos do partido.>>As oficinas sobre redes sociais integram o plano de trabalho do partido para a área de comunicação, definido pela executiva nacional petista na segunda-feira. Além delas, a direção do partido decidiu transformar as páginas da legenda em uma rede nacional de notícias.