Translate

domingo, 5 de junho de 2011

sábado, 4 de junho de 2011

O Patrão o ouviu atentamente

El jefe escuchó con atención. 
En español a continuación después de portugués.

Funcionário sério, muito dedicado, cumpridor de suas obrigações e, por isso mesmo, já com seus 20 anos de casa.


Um belo dia, ele procura o dono da empresa para fazer uma reclamação:

__ Patrão, tenho trabalhado durante estes 20 anos em sua empresa com toda a dedicação, só que me sinto um tanto injustiçado. O Juca, que está conosco há somente três anos, está ganhando mais do que eu.


O patrão o escutou atentamente, e disse:


__ João, foi muito bom você vir aqui. Antes de tocarmos nesse assunto, tenho um problema para resolver e gostaria da sua ajuda. Estou querendo dar frutas como sobremesa ao nosso pessoal após o almoço. Aqui na esquina tem uma quitanda. Por favor, vá até lá e verifique se eles têm abacaxi.


João, meio sem jeito, saiu da sala e foi cumprir a missão.


Em cinco minutos estava de volta.


__ E aí, João?

__ Verifiquei como o senhor mandou. O moço tem abacaxi.

__ E quanto custa?

__ Isso eu não perguntei, não.

__ Eles têm quantidade suficiente para atender a todos os funcionários?

__ Também não perguntei isso, não.

__ Há alguma outra fruta que POSSA substituir o abacaxi?

__ Não sei, não ...

__ Muito bem, João. Sente-se ali naquela cadeira e me aguarde um pouco.


O patrão pegou o telefone e mandou chamar o Juca.


Deu a ele a mesma orientação que dera a João:


__ Juca, estou querendo dar frutas como sobremesa ao nosso pessoal após o almoço. Aqui na esquina tem uma quitanda. Vá até lá e verifique se eles têm abacaxi, por favor.


Em oito minutos o Juca voltou.


__ E então? - Indagou o patrão.

__ Eles têm abacaxi, sim, e em quantidade suficiente para todo o nosso pessoal, e se o senhor preferir, tem também laranja, banana e mamão. O abacaxi é vendido cada um R$ 1,50, a banana e o mamão a R$ 1,00 o quilo, o melão a R$ 1,20 uma unidade e a laranja a R$ 20,00 o cento já descascado. Mas como eu disse que a compra seria em grande quantidade, eles darão um desconto de 15%. Aí aproveitei e já deixei reservado. Conforme o senhor decidir, volto lá e confirmo - explicou Juca.


Agradecendo as informações, o patrão dispensou-o.


Voltou-se para o João, que permanecia sentado ao lado, e perguntou-lhe:

__ João, o que foi mesmo que você estava me dizendo?

__ Nada sério, não, patrão. Esqueça. Com licença.


E o João deixou a sala ...



Tem muita gente assim. Acomodada, que não faz absolutamente nada além do que foi estritamente pedido ou solicitado. Não tem criatividade, iniciativa, vontade de vencer obstáculos, sobressair-se.


São pessoas que acham "que já fazem demais" e sentem-se os eternos injustiçados. Não fique vegetando no seu trabalho, não deixe que o mofo crie moradia.


Num mercado competitivo como o do mundo atual, quem for melhor, quem mais se esforçar, quem se interessar realmente pelo que faz, é óbvio, que vai galgar postos em seu ambiente de trabalho. Não se restrinja, não se limite, Amplie seus horizontes. Só assim você vai se destacar e ter sucesso na sua vida profissional.

Saúde e sucesso!

Abraço a todos.

Extraido de material de palestras

 
El jefe escuchó con atención.

Juan trabajó en una compañía durante muchos años.
Empleado serio, muy dedicado, atento de sus obligaciones y, por tanto, está en sus 20 años en su casa.
Un día, busca el dueño de la compañía para hacer una reclamación:
__ Maestro, he trabajado durante estos 20 años en su empresa con toda la dedicación, sólo que me siento un poco ofendido. El Joey, que está con nosotros por sólo tres años, está ganando más que yo.
El jefe escuchó atentamente y dijo:
__ Juan era muy bueno que usted ve aquí. Antes de tocar ese tema, tengo un problema a resolver y me gustaría su ayuda. Estoy dispuesto a dar frutos como postre para nuestro personal después del almuerzo. Aquí está una tienda de abarrotes en la esquina. Por favor, ir allí y asegurarse de que tienen la piña.
Juan, con torpeza de la habitación y llevar a cabo la misión.
En cinco minutos estaba de vuelta.
__ Y aquí, Juan?
__ Facturado como usted ordenó. El niño ha piñas.
__ ¿Cuánto cuesta?
__ Que no me preguntes, no.
__ Tienen suficiente para cubrir todos los empleados?
__ También pedimos que no, no.
__ ¿Hay otras frutas que pueden reemplazar a la piña?
__ No lo sé, ...
__ Bueno, Juan, Siéntate en esa silla y espero.
El jefe tomó el teléfono y llamó a lo Joey.
Le dio el mismo consejo que le había dado a Juan:
__ Joey, estoy dispuesto a dar frutas como postre para nuestro personal después del almuerzo. Aquí está una tienda de abarrotes en la esquina. Ir allí y asegurarse de que tienen la piña, por favor.
En ocho minutos Joey regresó.
__ ¿Y entonces? - Le preguntó el jefe.
__ Han piña, sí, y en cantidad suficiente para todo nuestro personal, y si lo prefiere, también  naranja, plátano y papaya. La piña se vende cada  $ 1.50, y la papaya a $ 1.00 la libra, el melón a $ 1.20 la unidad y naranja a $ 20.00 por cada cien ya pelados. Pero como ya he dicho la compra sería en gran cantidad, se dará un descuento del 15%. Entonces me tomó y me he dejado a un lado. Mientras decide, voy allá y confirmar - Joey explicó.
Agradeciendo a la información, el empleador lo despidió.
Se volvió a Juan, que estaba sentado a su lado y le preguntó:
__ Juan, ¿qué era lo que me estaban diciendo?
__ Nada serio, no, señor. Olvídelo. Disculpe.
Y el Juan salió de la habitación ...
Hay mucha gente así. Acomodados, que no hace absolutamente nada más allá de lo estrictamente pedido o solicitado. Carece de creatividad, iniciativa, voluntad de superar los obstáculos para sobresalir.
Estas son personas que piensan "que ya hacen demasiado" y se siente el favorito eterno. No se vegetando en su trabajo, no dejes que construir las viviendas del molde.
En un mercado tan competitivo como el mundo de hoy, que es mejor, ¿quién más está luchando, que está realmente interesado en lo que hace, por supuesto, que subirá puestos en su ambiente de trabajo. No te limites, no te limites, ampliar sus horizontes. Sólo entonces se destacan y tener éxito en su vida profesional.
 

Salud y éxito!
 

Saludos a todos.
 

Extraído discursos material

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Novas regras de cartões entram em vigor nesta quarta-feira


SÃO PAULO – As novas regras dos cartões de crédito, aprovadas em 25 de novembro do ano passado pelo Bacen (Banco Central do Brasil), por meio da Resolução 3.919/2010 e da Circular 3.512/2010, entram em vigor nesta quarta-feira (1).
Na data, as instituições financeiras e as demais, autorizadas pelo Banco Central, que emitem cartão de crédito, estão obrigadas a reduzir para apenas cinco o número de tarifas que podem ser cobradas pelos cartões emitidos a partir de 1º de junho.
Além disso, com as novas regras, o consumidor poderá optar por dois tipos de cartões: o básico e o diferenciado. O primeiro poderá ser usado somente para pagamentos de compras, contas e serviços, enquanto o segundo trará a possibilidade de tais pagamentos e a associação a programas de benefícios e recompensas, como bônus e milhagens.
Para o presidente do Banco Central do Brasil, Alexandre Antonio Tombini, as novas regras contribuirão para que o cartão de crédito “continue crescendo de forma sustentável e transparente” e ainda incentivarão o “uso racional desse meio de pagamento, ajudando a evitar que as famílias se endividem em excesso”, disse, durante seminário sobre as novas regras dos cartões.
Extrato e pagamento mínimoA partir de agora, as empresas de cartões de crédito terão de fornecer aos clientes faturas mensais que contenham as seguintes informações:
  • Limite de crédito total e limites individuais para cada tipo de operação de crédito passível de contratação;
  • Gastos realizados, por evento, incluindo os parcelados;
  • Identificação das operações de crédito contratadas e respectivos valores;
  • Valores relativos aos encargos cobrados, informados de forma segregada, de acordo com os tipos de operações;
  • Valores dos encargos a serem cobrados no mês seguinte, caso o cliente opte pelo pagamento mínimo da fatura;
  • Custo efetivo total para o próximo período das operações de crédito passíveis de contratação.
No que diz respeito ao pagamento mínimo, a partir de junho, ele passará para 15% do saldo total da fatura, e, em dezembro, para 20%.
Em quarta-feira 1/6/2011, às 8:00
 
Fonte: yahoo.com