Translate

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Em Lisboa e em Brasília

EM LISBOA
Ministro brasileiro em visita oficial a ministro português.

Concluída a parte formal, o português convidou o brasileiro para jantar em sua residência.. O ministro daqui espantou-se com a bela vivenda do de lá, em bairro chiquérrimo, com piscina, vasto jardim e garagem repleta de carrões.
- Com um ordenado que não chega a cinco mil euros, como é que você conseguiu tudo isto? Já eras rico antes de entrar para o governo?
O ministro português sorriu, chamou o brasileiro para uma janela:
- Estás a ver aquela auto-estrada?
- Sim.
- Pois ela foi construída por 100 milhões, mas, na verdade, só custou 90..., entendeu? 
- Sim.

EM BRASíLIA
 Semanas depois, o brasileiro retribuiu a cortesia e convidou-o para jantar em sua residência: um palacete com 3000 m2, varandas voltadas para o poente, jardins orientais, piscinas em cascata, quadra de tênis, campo de futebol- society, heliporto e um corpo de 55 empregados. Pasmado, o português não acreditava no que viam seus olhos e gaguejou:
- Como é possível um homem público manter uma mansão assim?
O brasileiro levou-o à janela:
 - Está vendo aquela rodovia?
- Não.




Recebido via e-mail: de Bia Lo Russo