Translate

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Vitória, vida de Deus


Deus mais uma vez segura em minha mão Minha alma aflita pede tua atenção Cheguei no nível mais difícil até aqui Me ajude a concluir Quando penso que estou forte fraco eu estou Mas quando reconheço que sem Ti eu nada sou Alcanço os lugares impossíveis, me torno um vencedor Estou sentindo minhas forças indo embora Mas Tua presença me renova nessa hora Senhor, vem, e me leva além O meu sonho de chegar está tão longe Sou humano não consigo ser perfeito vem, Senhor, vem, e me leva além Me ajude a ousar com minha fé Sou pequeno eu não sei ficar de pé Sou dependente, tão dependente Vem Senhor ao meu favor Me ajude a ousar com minha fé Sou pequeno eu não sei ficar de pé Me dá sua mão, Me tira do chão Vem me ajudar


Hoje, a Vitória acabou de sair de uma cirurgia no coração.

Tão pequenina, mas já com uma história de vida tão grande. Deus a abençoe!

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Na primeira votação, Tiririca erra voto


Qua, 16 Fev, 11h53

Em sua primeira votação como deputado federal, Tiririca (PR-SP) errou a forma como queria votar e apoiou a emenda do PSDB que elevaria o mínimo para R$ 600,00.

Durante o dia, ele anunciou que votaria com o governo pelo mínimo de R$ 545,00. Na hora de votar, porém, ele estava posicionado junto à bancada do PSDB e acabou votando "sim" à emenda dos tucanos.

O líder do PSDB, Duarte Nogueira (SP), chegou até a agradecer o voto do colega artista. "Fui lá agradecer, afinal é o apoio do deputado mais votado do Brasil". A assessoria de Tiririca nega que o deputado tenha se rebelado e afirmou haver apenas um engano do parlamentar na hora de apertar o botão no sistema eletrônico.

Tiririca foi o deputado federal mais votado nas eleições de 2010 recebendo mais de 1,3 milhões de votos. Antes de assumir, ele teve que provar à justiça eleitoral que não era analfabeto, sendo submetido a um teste de leitura e escrita.

Outros deputados "celebridades" não cometeram o mesmo erro de Tiririca. O ex-jogador de futebol Romário (PSB-RJ) e o ex-boxeador Popó (PRB-BA) seguiram a orientação de seus partidos e votaram contra o mínimo maior.


AINDA BEM QUE NÃO FOI O BOTÃO DE UMA BOMBA!!!


Fonte: Yahoo

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Tiririca e outros 17 deputados eleitos declaram não ter qualquer patrimônio


Sex, 04 Fev, 09h01

RIO - Um levantamento do site Congresso em Foco revela que 18 deputados eleitos, entre eles o palhaço Tiririca (PR-SP), declararam à Justiça Eleitoral, no ato de registro de candidatura, não ter nenhum tipo de bem. Na época da campanha, o comediante foi acusado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) de omitir dados da sua declaração de bens. O órgão fez a denúncia após reportagem publicada pela revista 'Veja' no ano passado, que mostrou que Tiririca não declarou patrimônio por conta de processos trabalhistas e de sua ex-mulher. A denúncia, no entanto, acabou foi rejeitada pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). ( Leia também: Legendas terão direito a cerca de R$ 300 milhões do Fundo Partidário )

Entre os parlamentares que fazem parte das listas estão ainda a terceira candidata mais votada de São Paulo, Bruna Furlan (PSDB), de 27 anos, o ambientalista Alfredo Sirkis (PV-RJ) e Nilton Capixaba (PTB-RO), réu na Justiça Federal de Mato Grosso como um dos pivôs do escândalo dos sanguessugas. Ele foi apontado pela CPI como um dos líderes do "braço político" do esquema de venda de emendas parlamentares e superfaturamento de ambulâncias. Nilton Capixaba foi acusado ainda de receber R$ 631 mil do esquema, o segundo maior montante dentre todos os congressistas.

O Conselho de Ética da Câmara chegou a pedir, em 2006, a cassação do mandato de Capixaba. No entanto, a legislatura terminou antes da análise do pedido pelo plenário. Nilton Capixaba se defende, classificando as acusações como levianas.

- Nilton Capixaba acredita na Justiça e tem certeza de que a população vai saber discernir este momento lamentável da política de Rondônia - disse a assessoria do petebista ao Congresso em Foco durante a campanha eleitoral. Capixaba voltou à Câmara com a terceira maior votação da bancada de Rondônia: 52 mil votos.

Conheça os 18 deputados que declararam não ter bens:

1.Alfredo Sirkis (PV-RJ)

2.Amauri Teixeira (PT-BA)

3.Arnaldo Jordy (PPS-PA)

4.Aureo (PRTB-RJ)

5.Bruna Furlan (PSDB-SP)

6.Davi Alcolumbre (DEM-AP)

7.Dr. Grilo, (PSL-MG)

8.Dr. Paulo César (PR-RJ)

9.Evandro Milhomem (PCdoB-AP)

10.Henrique Oliveira (PR-AM)

11.Lindomar Garçon (PV-RO)

12.Luiz Carlos (PSDB-AP)

13.Márcio Marinho (PRB-BA)

14.Mendonça Prado (DEM-SE)

15.Nilton Capixaba (PTB-RO)

16.Pastor Eurico (PSB-PE)

17.Tiririca (PR-SP)

18.Vinicius Gurgel (PRTB-AP)



Fonte: Agência O Globo Conforme Yahoo

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Os Congressistas brasileiros e seus milhõe$

Qua, 02 Fev, 12h54

RIO - Os 567 parlamentares empossados nesta terça-feira na Câmara e no Senado declararam à Justiça Eleitoral ter um patrimônio total de R$ 1,6 bilhão. Do montante, R$ 792 milhões estão em nome de apenas uma dezena de congressistas. Ou seja: metade de todo o patrimônio declarado pelos deputados e senadores está nas mãos de apenas 2% dos eleitos em outubro para as duas Casas. ( Qual deve ser a prioridade do novo Congresso? Vote )

O site Congresso em Foco com base em informações prestadas pelos então candidatos à Justiça eleitoral. Cada parlamentar declarou possuir, em média, R$ 2,9 milhões em imóveis, empresas, fazendas, veículos, objetos de arte, dinheiro em espécie e aplicações financeiras, entre outros bens.

Alagoas, estado com pior índice de desenvolvimento humano (IDH) e com uma das menores rendas per capita do país, tem como representante o homem mais rico do Congresso: o deputado João Lyra (PTB-AL), que tem uma fortuna declarada de R$ 240,39 milhões.

Lyra é dono de um império que reúne mais de dez grandes empresas no estado - incluindo usinas sucroalcooleiras, fábrica de fertilizantes, empresas de táxi aéreo, de comunicação e concessionária de veículos.

O senador Blairo Maggi (PR-MT) fica em segundo lugar na lista, com um patrimônio de R$ 152,470 milhões. Ex-governador de Mato Grosso, o parlamentar é proprietário do Grupo Amaggi, um dos maiores exportadores de soja do Brasil. Chegou a ser considerado o maior produtor individual do produto no mundo, responsável por 5% da produção anual do grão brasileiro.

O terceiro mais rico também tem fortes ligações com o agronegócio. Reeleito para o segundo mandato consecutivo, o deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR) informou ter R$ 95,7 milhões em bens. Mais da metade da riqueza do paranaense tem como origem cotas da Diplomata Industrial e Comercial, uma das maiores produtoras de aves para abate do país.

Confira a lista dos dez mais ricos, segundo dados do Congresso em Foco:

1 - Deputado João Lyra (PTB-AL) - R$ 240.395.155,75

2 - Senador Blairo Maggi (PR-MT) - R$ 152.470.034,00

3 - Deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR) - R$ 95.728.260,00

4 - Deputado Newton Cardoso (PMDB-MG) - R$ 77.956.890,08

5 - Deputado Sandro Mabel (PR-GO) - R$ 70.992.163,06

6 - Deputado Paulo Maluf (PP-SP) - R$ 39.480.780,96

7 - Senador Eunício (PMDB-CE) - R$ 36.737.673,19

8- Deputado Reinaldo Azambuja (PSDB-MS) - R$ 31.907.723,00

9 - Senador Ivo Cassol (PP-RO) - R$ 29.874.832,00

10 - Senador Eduardo Braga (PMDB-AM) - R$ 16.487.003,64


Agência: O Globo