Translate

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Nossas escolhas

NOSSAS ESCOLHAS

Quase sempre vêmo-nos diante de situações que exigem de nós determinadas escolhas.

Sofremos a pressão, interna e/ou externa. Há a cobrança nossa, dos outros e do tempo, que é exíguo na maioria das vezes... Ele, o tempo, passa por nós "batidão" e nos "deixa na poeira", mesmo que ainda nos deixa vê-lo, só pelas costas...

Objetivamos sempre a escolha certa. Acreditamos encontrá-la, através de nosso empenho e preocupação em acertar. Queremos agradar a nós mesmos e aos outros...

É sobre o curso que desejamos fazer, a universidade que vamos ingressar; até nas roupas que nos vestem, necessitamos dia-a-dia utilizar desse poder mágico da escolha.

Por outro lado, há os que não estão nem aí... Se eles acertam ou erram, não há neles nenhuma preocupação! Querem mesmo é "meter o pé na jaca" e o resto é que se dane! Vivem embalados pela música: "Deixo a vida me levar, vida leva eu..." O que também não deixa de ser uma escolha.

De um jeito ou de outro, a vida sempre se encarrega de nos trazer circunstâncias, nem sempre favoráveis, que nos impõem uma escolha. E é por causa dessa diversidade tão maravilhosa de atitudes e expressões que vale à pena estar aqui...


página 13 e 14 do livro: O QUE É, É. de Jorge da Costa firmino
http://clubedeautores.ning.com/profile/jorgedacostafirmino