Translate

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Por de trás do significado




Achei esta imagem na rede e fiquei pensando no poder incontestável que a fé tem de mudar as pessoas... Saber o que se passa bem dentro da razão ou mesmo da expectativa do invidualismo humano, me parece algo profundo, misterioso e de extrema complexidade. Contudo, o buscar por um Ser Soberano, Ùnico, Criador, Sustentador, mesmo Deus para alguns, tem sido, ao meu ver, uma necessidade primordial da alma humana. O buscar, seja através do inusitado, do aparente, do que é usual, do tradicional ou não, do sinaleiro, do parâmetro religioso hierárquico ou imposto, seja como for, me parece que a alma humana exige uma companhia divina... E, para encontrá-la, elementos visíveis passam a ser necessários para compôr a presença invisível e tão desejada daquele que se acredita existir.


Por causa de modelos de fé, se morre, se mata, se torna deus, e até, deseja-se adoração como tal. O aspecto da necessidade é posto na busca individual e incessante, muitas vezes, na ilusão sabida, porém aceita, por aquele que quer se sentir protegido...


O encontro do humano com o divino, ou vice e versa, é milenar.


Cada um no seu formato, à sua maneira, sob às próprias penas, ou não! O fato é que o céu e a terra parecem ser lugares bem próximos (ou até a mesma coisa) para aquele que tem uma fé.
Aqueles que dizem não ter fé nenhuma, que preferem viver alheios a qualquer coisa do gênero, seguramente, também necessitam da proteção miraculosa que a fé proporciona àqueles que abraça a sua existência.
A fé é inerente ao ser humano.
Devemos evitar os exageros.

Jorge Firmino